X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Empreendedorismo

Pensando como Einstein

Pensando como Einstein

Como podemos aprender a pensar como Einstein, e despertar o melhor dentro de nós?


Internet Trends 2019Powered by Rock Convert

Como podemos aprender a pensar como Einstein, e despertar o melhor dentro de nós?

O poeta Paul Valery perguntou uma vez a Albert Einstein se ele mantinha um diário para gravar todas as suas ideias. Einstein olhou para ele com uma leve e genuína surpresa, e disse: “oh, isso não é necessário”, respondeu ele. “É tão raro eu ter um”.

Um guia para pensar como Einstein não é uma tentativa de levá-lo a resolver o próximo maior mistério do universo, ou encontrar uma solução para a crise de energia.

Pelo contrário, é um olhar sobre a psique desse homem completamente extravagante, único e magnífico cujo pensamento foi de um inovador genuíno.

Quando você pensa como Einstein, você não se torna como Einstein. Você se torna a melhor versão de você.

Em seu livro, “How to Think Like Einstein: Simple Ways to Break the Rules and Discover Your Hidden Genius“, Scott Thorpe enfatiza 3 características poderosas que foram a base deste gênio – a mudança, a inovação e a criação de Einstein.

Essas características, que veem tão facilmente a nós quando crianças são discursos de nossa personalidade feita através de um sistema de ensino inexpressivo, uma tendência da sociedade em seguir regras e um sistema de recompensa completamente distorcida na vida.

Baseamos todos os nossos esforços e energia para nos tornar especialistas em uma determinada área, enquanto são os novatos do mundo que quebram as regras, ignoram os conceitos existentes, aventuram-se espontaneamente em um novo território, simplesmente porque eles não possuem um conhecimento melhor.

Thorpe afirma que todos nós desenvolvemos perícia em uma área ou em outra. Ao fazermos isso, o nosso talento de novato para quebrar as regras se desfalece. Ideias tornam-se regras invioláveis. Nós não iríamos quebrar as nossas regras como, por exemplo, desafiar a gravidade. E Einstein desafiou a gravidade, literalmente.

O Primeiro artigo de Einstein era sobre a física dos líquidos em canudos. Poucos anos antes da publicação deste artigo, ele havia falhado no seu vestibular. Ao se formar, em 1900, ele se tornou funcionário no escritório de patentes da Suíça.

Depois de trabalhar por muitos anos, ele se candidatou para uma promoção e foi negado. Nesse período, ele teve uma filha fora do casamento com sua namorada, que foi posta para adoção. Ele nunca mais a viu. Claramente, este era um homem que tinha visto intimamente os altos e baixos da vida.

Com um alegre senso de humor – “Uma questão que às vezes me deixa louco: Sou eu ou os outros que são loucos?” – e uma sede de expor a sua visão sobre o mundo, ele seguiu em frente.

Einstein, um homem tão brilhante que o seu nome é uma metáfora universal para ser inteligente, tinha um processo de pensamento simples, mas eficaz. Vamos a ele.

Como pensar como Einstein: livro promete mostrar como funcionava o processo de raciocínio de Einstein.

Como pensar como Einstein: livro promete mostrar como funcionava o processo de raciocínio de Einstein.

#1. Encontrando o problema certo

A genialidade não está em encontrar a solução certa, mas o problema certo. Um problema que dá poder, como Thorpe diz, permite surgirem soluções criativas que estão longe de suas expectativas originais.

Apontar para o impossível, mas não olhar o impossível para resolver seus problemas.

Por exemplo, um problema incapaz de ser resolvido seria querer voar como um pássaro agitando seus braços. Mas um problema permissivo seria tudo o que deixa os seus pés no chão.

Internet Trends 2019Powered by Rock Convert

Encontrar o problema certo irá expandir seus horizontes e esticar o seu pensamento. Um problema incapaz de ser resolvido só irá impor restrições e negatividade.

#2. Quebrando o padrão

Os seres humanos são criaturas de hábito. A mente humana é relutante em fazer qualquer coisa fora de sua zona de conforto.

Assim, as pessoas se sentem relutantes em exercitar, aprender uma nova língua ou qualquer outra coisa semelhante. Thorpe escreve que Einstein era mais bem-sucedido quando estava disposto a considerar qualquer coisa, especialmente ideias ridículas.

Quebrar padrões vai te arrancar de sua rotina, gerando novas ideias que as pessoas da geração são práticas demais para considerar. E

Empurre-se constantemente a fazer e tentar coisas novas todos os dias, assim os padrões são quebrados e a excelência é alcançada.

#3. Quebrando as Regras

Quebrar as regras não é um sinal de rebelião que você deve adotar para se distinguir da maioria.

Em vez disso, os comentários de Thorpe são uma forma concentrada, deliberada e sistemática de encontrar soluções. Quando você tiver esgotado todas as alternativas aceitáveis em sua busca da resposta perfeita para o seu problema, a única opção é quebrar as regras e ver o que produz soluções.

Além disso, o tipo de pensamento que a formação patológica e a compulsão para obedecer a regras produz não é aquele que mudou o mundo.

Claro, devemos obedecer as regras de trânsito e respeitar a privacidade do outro. Mas na vida cotidiana é essencial romper as normas e regulamentos aplicados ao perceber seu verdadeiro sentido.

Quebre as regras. Isso vai te ajudar a entender o verdadeiro sentido das coisas.

Quebre as regras. Isso vai te ajudar a entender o verdadeiro sentido das coisas.

#4. Cultive a Solução

O trabalho de amor de Einstein, a teoria da relatividade, ficou 8 anos sendo preparado antes de ser lançado para o mundo. As possibilidades são reais, você já deve saber como vai deixar a sua marca no mundo.

A perspectiva pode parecer impossível, ou difícil, porque a ideia é crua e obscura. A ideia tem que ser protegida, nutrida e alimentada pelas suas maneiras próprias especiais para que ela possa criar raízes e flores.

Isso exige esforço, preparação e perseverança. Os meios de comunicação nos querem fazer crer que todos os inovadores são super estrelas de soluções como quem diz: acordei com a ideia perfeita numa bela manhã.

Einstein sinceramente pede-lhe para acreditar no contrário.

___

Este artigo foi adaptado do original, “How to think like Einstein”, do Your Story.

Internet Trends 2019Powered by Rock Convert
Comente este artigo

Populares

Topo