X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

5 principais erros em mídias sociais

principaiserrosemmídiassociais

Você, pequeno empresário, está perdido com as mídias sociais? Veja os 5 erros mais comuns com essas ferramentas.


Com 900 milhões de usuários no Facebook, 200 milhões no Twitter e novidades como Pinterest, é fácil se perder nas redes sociais, principalmente se você é dono de um pequeno negócio.

O que acontece, geralmente, é um desespero desses empreendedores com todas essas mídias sociais. Com isso, eles cometem erros críticos, como os cinco listados abaixo. Fique ligado nas dicas e fuja desses erros.

As dicas são de Nellie Akalp e foram publicadas originalmente no Mashable.

1) Mídias sociais não são o lugar para vender

Provavelmente a maior dificuldade para o dono de uma empresa pequena, exatamente porque ele não tem tanto dinheiro assim para gastar com publicidade. Mas as mídias exigem uma abordagem mais sutil, por isso nada de ícones com “COMPRE AQUI”.

Se você só usa as mídias sociais para vender, não está usufruindo o máximo que elas oferecem. Sim, você pode usá-las como estratégia de marketing e para vender, mas esse não pode ser o seu foco 100% do tempo. Como regra geral, somente de 5 a 10% das atividades nas redes (atualizações da página ou tweets) podem ser autopromoções.

Mídias sociais servem para construir relacionamentos e ganhar confiança. Isso significa responder perguntas, oferecer conteúdo útil e servir como uma fonte de informações confiável. Essas atividades podem ajudar a aumentar seu lucro, mas também podem te proporcionar uma jornada mais frutífera do que você espera. Por isso mesmo, é importante frisar que as mídias sociais não devem substituir por completo suas ações tradicionais de marketing. Não é crime tentar vender, mas as redes sociais simplesmente não são o local para isso.

2) Mídias sociais não são o lugar para autopromoção

Sabe como é insuportável estar numa festa conversando com aquela pessoa egocêntrica que só sabe falar de si mesma? Empresas pequenas precisam tratar as mídias sociais como uma festa dessas. Para ser agradável, você deve estar genuinamente interessado nos  outros e não pode, de jeito nenhum, dominar a conversa.

O que isso significa? Facilite para que as pessoas comentem no seu blog, tente engajar as pessoas que postam no seu mural, compartilhe conteúdo interessante de outros veículos, faça perguntas e encoraje a participação. E o mais importante: reconheça que às vezes é melhor falar menos e ouvir mais.

3) Você não precisa estar em todos os lugares

Há duas coisas que devem ser lembradas quando o assunto é mídias sociais: primeira, sempre haverá uma nova rede social para entrar; segunda, o dono de uma pequena empresa tem tempo e dinheiro limitados para dedicar a mídias sociais.

Felizmente, para fazer um bom uso dessas ferramentas não é necessário se dedicar integralmente e estar em todas as redes que existem.  É mais importante escolher uma ou duas para focar a atenção e atingir clientes.

Lembre que uma rede social não alimentada é prejudicial e pode refletir negativamente no seu negócio. É melhor não ter conta nenhuma se você não tem tempo e recursos para administrar e participar da rede.

4) Você não precisa se comparar com as grandes marcas

Se você gerencia um negócio pequeno, sabe que há uma grande diferença entre o seu orçamento e o de empresas como Starbucks ou McDonald’s. Mas tudo bem, seu negócio não precisa tentar acompanhar essas grandes marcas, principalmente quando o assunto é concursos e outras campanhas.

Criar concursos e promoções é uma das formas mais efetivas de atrair novos fãs e de aumentar o engajamento. Mas empresas pequenas geralmente se sentem pressionadas a oferecer seus produtos ou serviços a preços que estão além das suas possibilidades.

Por exemplo, não faça uma promoção de sortear uma porção de iPads, se não pode comprá-los. Em vez disso, sorteie um dos serviços que sua empresa oferece. Logicamente, não é o tipo de promoção que vai atrair milhões de pessoas, mas, por outro lado, todos que participarem com certeza se interessam pelo que sua empresa faz.

5) Mídias sociais não são “de graça”

Obviamente, você não gasta nem um centavo para abrir uma conta no Facebook, no Twitter ou criar um blog e isso é ótimo para pequenas empresas. No entanto, mídias sociais estão longe e ser gratuitas uma vez que você coloca na balança o suor, sangue e lágrimas que gasta com tudo isso. Mídias sociais requerem comprometimento para se manterem atualizadas.

A não ser que você considere sem valor o seu tempo (e o tempo de seus funcionários), há um custo significativo envolvido com mídias sociais. As pequenas empresas precisam entender que por trás de cada campanha há um esforço próprio ou de algum funcionário.

E você, já teve dificuldades com algum dos pontos acima? Conte sua história para nós.

 

Gostou? Assine o Jornal do Empreendedor e receba novidades direto no seu email:

Todos os dias, você recebe no seu email um apanhado geral das notícias do Jornal do Empreendedor. Fique sempre atualizado com o que há de mais recente no mundo do Empreendedorismo no Mundo. Assine grátis agora.

Comente este artigo

Populares

Topo