X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Recrutamento de executivos
Publieditorial

Como fazer recrutamento de executivos

Aprenda as melhores práticas de recrutamento e seleção para atrair novos executivos para sua empresa.


Em geral, o recrutamento de executivos é um serviço mais especifico do que um recrutamento tradicional. A tarefa de recrutar pessoas nunca foi fácil, mas nos últimos anos, passou por uma verdadeira revolução. Com o avanço da internet, surgiram as redes sociais, e as competências comportamentais e a contratação por valores, foram se intensificando.

Ao invés de candidatos ansiosos, tentando vender suas qualidades aos recrutadores, estão agora, as empresas preocupadas em aprimorar sua imagem como boas empregadoras.

Abaixo, estão cinco truques de executivos de recursos humanos e especialistas em recrutamento, para que sua empresa seja mais assertiva na difícil missão de recrutar os melhores executivos:

Sim para as Redes Sociais

É impossível negar que o uso das redes sociais revolucionou a eficiência dos processos de recrutamento, pois gerou mais agilidade para a buscar profissionais e, claro, reduziu custos.

As redes sociais — profissionais e não profissionais — servem para dar aquela checada básica nas relações dos candidatos fora do processo seletivo, e muitas empresas já adotam esse mecanismo da “espiadinha”.

São usados o LinkedIn e o Facebook para buscar referências dos candidatos e também para avaliar seu comportamento público nas redes – se a pessoa demonstrar não seguir os valores que a empresa pratica, por exemplo, já se sabe que será difícil para o candidato se encaixar na empresa.

Outra possibilidade que a internet propõe, é a eficiência na divulgação das vagas pelas mídias sociais das empresas. Elas acabam recebendo compartilhamentos espontâneos, pois muita gente já segue vagas pelo Twitter e pelo Facebook, e divide as oportunidades relevantes com seus amigos e seguidores, ou até mesmo em grupos específicos no Facebook.

Divulgue sua vaga

Antes, as empresas postavam uma vaga e podiam apenas rezar para que aparecessem candidatos interessados. Atualmente, a mecânica é outra: o RH deve agir mais como área de venda e marketing, gerando a própria demanda de mercado. Pois os jovens estão todos nas mídias sociais, e a empresa pode atingir esse público de forma mais certeira, com campanhas, vídeos institucionais e programações específicas.

O RH pode usar esse canal das mídias para outro fim poderoso: cuidar de sua empresa como marca empregadora. Buscar, divulgar e espiar são só as contribuições mais óbvias das redes sociais para o recrutamento.

Mostre como funciona na sua empresa

É fundamental que a empresa esclareça para os candidatos quais são suas principais características de gestão, seu estilo de trabalho e até oferecer informações sobre como seus funcionários devem se vestir para o trabalho.

Oferecer informações consistentes sobre o funcionamento da empresa, facilita uma questão extremamente relevante na busca pela eficiência no recrutamento de executivos: o alinhamento dos candidatos com os valores da empresa.

É preciso que eles vivenciem a atmosfera da empresa para saber se tem a ver com eles, ou não.

As indicações valem muito

No mercado de trabalho, a indicação para certos cargos tem se tornado cada vez mais comuns. Nomeado também por ‘QI’, ou quem indica, é uma ótima opção segura para aqueles que estão em busca de bons funcionários.

Já que os anúncios em classificados de jornal estão quase obsoletos, eles podem ser facilmente trocados por divulgações de vagas nas redes sociais, principalmente através de perfis de funcionários da empresa, que atraem pessoas com o perfis similares.

Além disso, os processos de seleção que duravam até 20 dias, podem passar a ser realizados em uma semana, dependendo do cargo oferecido.

Contrate empresas de recrutamento e seleção

Quando surgiram nos Estados Unidos as primeiras consultorias de recrutamento e seleção, eram chamadas de headhunters. O termo servia para descrever os esforços de encontrar e contratar os empregados mais adequados para os cargos de maior importância e responsabilidade de uma empresa. Com o tempo, elas passaram a ser especialistas em avaliação de competências e de adaptação comportamental de candidatos que estão aplicando seus currículos.

Hoje, as empresas de headhunters são fundamentais como apoio técnico e especializado. E o novo processo de recrutamento de executivos, se baseia na aplicação de um conjunto de ferramentas e meios de avaliação, das competências e características pessoais, para saber se essas características pessoais se adaptam com as da empresa e do cargo.

Vale sempre a pena buscar especialistas na hora de contratar alguém para uma vaga que exija alguma competência específica. Principalmente na hora de recrutar executivos, é fundamental avaliar se o investimento naquele candidato vale a pena.

_

SEO Marketing

Comente este artigo

Populares

Topo