X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Tecnologia e Inovação

Tudo que você sabia sobre Steve Jobs e design está errado

Helmut Esslinger, a lenda por trás do design de produtos da Apple.

Um livro publicado recentemente por Hartmut Esslinger mostra como nasceu a famosa concepção de design, que tornou a Apple famosa


Keep it Simple,  livro lançado por Hartmut Esslinger mostra como nasceu a famosa concepção de design que tornou a Apple famosa

Hartmut Esslinger já era um grande nome no campo do design industrial em 1982, quando a sua empresa, a Frog Design lançou um projeto secreto para ajudar a Apple a se tornar a empresa que iria transformar os computadores de máquinas de negócios em bens de consumo.

Depois de ter apresentado o red book – uma pasta cheia de inspirações de design que vão desde cartoons da  Disney às pioneiras TVs Triniton da Sony, a Frog Design ganhou o contrato da Apple e com isso, uma década de um relacionamento muito próximo com Jobs.

Agora aposentado, Esslinger quer registrar sua história de influências no design da Apple.

Keep it simple. O livro de Hartmut.

O livro de Hartmut.

Em um livro de memórias, Keep it Simple, que foi lançado na feira do livro de Frankfurt, ele afirma que quase todo mundo já esqueceu as verdadeiras lições sobre os primeiros dias da Apple. Ao longo do livro, Esslinger bate em alguns vilões, inclusive John Sculley, o CEO da Apple que tirou Jobs e outros líderes de design da empresa.

Em sua última análise, Keep it Simple ou é um ato monumental de egoísmo, ou uma forma extrema de franqueza. O mais provável é que ele seja uma mistura das 2 coisas.

O iPad começou nas mãos de Hartmut.

O iPad começou nas mãos de Hartmut.

Aqui vai alguns trechos mais interessantes da obra para você entender as principais ideias de Hartmut.

Eu não escondo meu desgosto por todos os livros escritos por pessoas de fora que, mencionam o design em tudo, como se ele fosse o passatempo de Steve Jobs. Mesmo a elogiada biografia de Walter Isaacson se enquadra nessa categoria decepcionante.

Uma das afirmações centrais de Esslinger é que Steve Jobs não era um gênio do design quando a Apple começou, mas o design foi fundamental para o sucesso da empresa.

Um estudo de Hartmut Esslinger para o Macintosh.

Um estudo de Hartmut Esslinger para o Macintosh.

Nessa formulação, Jobs é como Luke Skywalker, lutando contra forças do mal, tanto fora da Apple contra a IBM e seus horrendos PCs, como dentro da empresa que culminou com a sua saída em 1985. Assim, Esslinger é essencialmente Obi Wan Kenobi.

O computador da IBM era um remendo de chapa e metais baratos que poderia ser feito em qualquer espelunca, defende Esslinger.

O computador da IBM era um remendo de chapa e metais baratos que poderia ser feito em qualquer espelunca, defende Esslinger.

Quando o Vale do Silício não entendia o que era design

Quando começamos a trabalhar juntos, Steve intuitivamente percebeu que o design poderia fazer uma grande diferença na Apple, mas tanto ele quanto sua equipe estavam presos a uma percepção provinciana de design que permeava a cultura de engenharia do Vale do Silício da época. Steve entretanto entendeu que precisavam de um design de classe mundial. Ele ainda estava tentando definir o que isso significava, mas sabia que era o que estava faltando na Apple.

A amizade com Steve Jobs

No dia que Esslinger conheceu Jobs, ele trajava jeans e camiseta. Ele sabia que Jobs era o tipo de pessoa que poderia escorraçá-lo a qualquer momento. A ansiedade só aumentou quando a pessoa que saiu do escritório de Steve estava usando um terno de 3 peças.

Naquele dia, Jobs estava vestindo o mesmo tipo de roupa. Ao perguntar pelo homem de terno, Jobs rindo disse que se tratava do governador Jerry Brown, procurando emprego.

O avô do iPhone.

O avô do iPhone.

Quase imediatamente, Esslinger disse a Jobs que os designers eram prejudicados nas empresas por sua baixa posição hierárquica, incluindo a Apple. Jobs ficou irritado com isso, mas Esslinger continuou.

Expliquei que para fazer do design um elemento central da estratégia da Apple, ele precisaria ser visto como uma peça da liderança. Um design de classe mundial não poderia trabalhar abaixo de executivos com outras motivações.

Protótipos da Frog Design para a Apple.

Protótipos da Frog Design para a Apple.

A conversa continuou, também sobre as áreas que ambos tinham interesse em comum.

Steve realmente não sabia muito sobre design, mas ele gostava de carros alemães. Aproveitando esse detalhe, Esslinger explicou que o design nesse caso precisava ser um pacote completo, expressando a alma do produto, a excelente experiência e a história de desempenho. Sem esses fundamentos, por exemplo, um Porsche seria apenas mais um bom carro, e não um Porsche.

A Frog Design não inventou o Macintosh, mas Esslinger convenceu Steve Jobs a forçar a Apple a reportar tudo a ele.a

A Frog Design não inventou o Macintosh, mas Esslinger convenceu Steve Jobs a forçar a Apple a reportar tudo a ele.

Um diretor de design na Apple

Em pouco tempo, Jobs assinou um contrato de 1 milhão por ano com a Frog Design, garantindo que a empresa só poderia projetar computadores para a Apple. Esslinger insistiu em estar no comando de todo o desgin de produtos da Apple. Todos os profissionais de design da Apple eram subordinados a ele e, ele era subordinado apenas a Jobs.

Essa foi uma insistência de Esslinger em seu primeiro encontro com Jobs: designers não poderiam simplesmente sentar na mesa. Eles tinham que estar no comando. Isso traz uma das lições centrais de Esslinger para todas as empresas que aspiram ser como a Apple: um design bonito requer designers no centro da operação.

O futuro da Apple é o seu passado

Uma das coisas chocantes que podemos entender desta história sobre o desenvolvimento do design na Apple é, como a base para todos os futuros lançamentos de sucesso da empresa originaram dos trabalhos realizados pela Frog Design, em uma época em que a tecnologia para realiza-los simplesmente não existia.

Protótipos do Mac

Protótipos do Mac

Após Jobs ter sido expulso da Apple, ele aprendeu algumas lições difíceis, iniciou uma pequena empresa chamada Pixar e voltou para a Apple, no momento em que a tecnologia se aproximava de sua visão de futuro.

A pergunta que fica é: se os maiores sucessos da Frog Design e da Apple estão enraizados em um momento em que ambos estavam em seu auge criativo, será que a Apple está em apuros, correndo o risco de ficar sem ideias?

O iWatch já existe há décadas.

O iWatch já existe há décadas.

Ao que tudo indica, Keep it Simple pode se tornar um clássico de negócios e fazer parte das listas de livros das escolas de design.

___

Este artigo foi adaptado do original, “Everything you know about Steve Jobs and design is wrong, according to one man who should know”.

Enhanced by Zemanta
Comente este artigo

Populares

Topo