X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Comunicação e moda: desafie seus preconceitos e inove


aedc coisitas de luxo eAs pessoas inspiram tudo. Somos uma metacomunicação. Fazemos as coisas por e para a gente e com a moda não poderia ser diferente. Os pesquisadores dessa área são espertos e não é de hoje que buscam o sucesso para suas criações nas ruas, onde todo tipo de mamífero bípede com polegar opositor circula, interage, se expressa e expõe suas opiniões, seja de maneira consciente ou sem perceber.

O mundo da moda tem sua instituição de pesquisa de tendências, a WSGN, com uma equipe espalhada ao redor do mundo. Não fazemos feio nesse quesito, porque também temos olheiros em todo o globo. O Trendwatching observa o comportamento da sociedade e adianta o que vem por aí em termos de comunicação e consumo. E essas entidades não são dicotômicas.

Os primeiros blogs a despontarem na web foram os de entretenimento e os de moda. Por que isso aconteceu? Por que eles cativam a ponto de suas fanpages terem (muitas delas) mais de 100 mil curtidores e uma legião de seguidores no Twitter? Por que seus leitores são tão participativos a ponto de fazerem questão de visitarem seus blogs e comentarem diariamente? O que os blogueiros de moda têm a ensinar para a gente? Há uma interligação forte entre a moda e comunicação e, muitas vezes, tendemos a não aceitar isso e resumir os profissionais das passarelas – e de longe delas também – aos seguintes mitos:

1) Blogueiros de moda só fazem jabá, então não têm nenhuma credibilidade

Qual é o problema do jabá? Há um tabu enorme em torno dele. Há os que defendem que blogueiros não podem ganhar nada em troca de um post (nem jornalistas com suas matérias). Por outro lado, há os que admitem que a prática não interfere na qualidade e veracidade dos textos. Cada um tem a sua opinião, você forma a sua. Só saiba que a origem do termo “jabá” vem do simples presente que os nordestinos traziam da sua região para os amigos que estavam no sudeste: uma carne seca, também conhecida como carne de sol ou adivinha? Jabá. Ou seja, é só um presentinho simpático, mas não há altruísmo nesse mundo, né?

2) Todo blogueiro de moda é novo e imaturo, por isso não têm compromisso com nada

Jovens não tem compromisso. Todo blogueiro de moda é jovem. Portanto, todo blogueiro de moda não tem compromisso. Ache o erro nas sentenças anteriores. Você não vai encontrar, porque não existe um erro. Esses pensamentos são um erro! Eu poderia dizer que eles são sofismas, mas não o são pelos seguintes motivos: eles nem aparentam ser uma coisa válida e que condizem com a realidade. O mercado de trabalho está cheio de vitalidade e inovação não só pela energia dos jovens, é claro. Mas eles contribuem e muito para o dinamismo dos negócios e se reinventam com mais facilidade. Isso não tem nada a ver com falta de compromisso. Outra coisa que não torna esse raciocínio aceitável é o fato de que  nem todos os blogueiros de moda são jovens. E, mesmo que a maioria tenha menos de 30 anos, estão trabalhando com isso há mais de dez. Se experiência é o que você preza, a maioria deles tem.

3) Todos os blogueiros de moda são fúteis

O mundo é fútil. Você trabalha com comunicação, não finja que ficou surpreso. Não seja hipócrita a ponto de julgar um blog super bem trabalhado esteticamente e preocupado com sua reputação como não digno. As pessoas gostam de coisas bonitas, de boa qualidade. É assim com as roupas, sapatos e cosméticos. Com a comunicação não poderia ser diferente. Quando o é, o retorno não costuma ser tão bom e rentável. Agrade os olhos do seu público, mas nunca descuide do conteúdo. Assim como gosta de coisas bonitas, seu público também não é burro. Respeite a inteligência dele sempre!

Fonte da imagem: raptada do blog da super Liss, o Coisitas de Luxo.

Via RSS de Blog Mídia8!

Leia em Blog Mídia8!

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo