X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Novas câmeras 4K da Sony: supercâmeras por um superpreço


A Sony é responsável pela tecnologia por trás de algumas das melhores câmeras do mundo — e a empresa é tão boa que até algumas de suas concorrentes, como Apple e Nikon, compram sensores dela. Agora, três novas câmeras da empresa usam tecnologias nunca vistas antes: a A7R II, RX10 II e RX100 IV prometem uma performance surpreendente.

A7R II

Por fora, ela talvez não se pareça muito diferente das excelentes predecessoras, mas a nova Sony A7R II, que custa salgados US$ 3.200, parece ser ótima para fotos e vídeos em baixa luminosidade. A Sony diz ter criado o primeiro sensor full-frame de iluminação traseira, com 42,4 megapixels e níveis de ISO de 100 a 25.600 (expansíveis a até 102.400).

Há também impressionantes 399 pontos de autofoco (além de 25 pontos de contraste em modo full-frame), mais o sistema de estabilização de 5 eixos que nos deixou de queixo caído na A7 Mark II.

Em outras palavras, a Sony promete uma câmera que pode praticamente ver no escuro, fixar em alvos como um míssil teleguiado e manter o foco até você terminar de fotografar.

Ah, e ela também grava em resolução 4K usando o sensor full-frame inteiro. Mas para melhores resultados, sem pixels que deixas bordas feias e borradas na imagem, você precisa alternar para um modo de corte de 35 mm.

Outras novidades do modelo são a empunhadura reprojetada e um gatilho igual ao da A7 Mark II; um modo de obturador eletrônico silencioso; e um visor OLED atualizado com ampliação de 0,78x. A Sony também vai oferecer uma tela 1080p de 5 polegadas que pode ser acoplada diretamente na câmera, ideal para checar foco e exposição durante a gravação de vídeos (o preço dele, no entanto, ainda não foi divulgado).

E o que acontecerá com a A7S, antiga câmera full-frame campeã da Sony? Ainda não se sabe, mas mesmo com as surpreendentes capacidades em baixa luminosidade da A7r Mark II, ela ainda não pode se comparar ao super ISO de até 409.600 da A7S.

Conclusões sobre a A7r Mark II

A Sony agora faz parte de empresas, como Panasonic e a Samsung, que oferecerem filmadoras 4K em câmeras fotográficas. Só que as câmeras mais populares desse tipo têm grandes problemas nas outras empresas. No caso da Panasonic GH4, a qualidade do vídeo 4K é ótima, mas sofre consequências em baixa luminosidade devido ao sensor menor. No caso da Samsung NX1, a falta de opções de lentes e o uso de um codec com baixíssimo suporte torna ela menos popular.

Se a Sony souber evitar problemas como estes, cineastas independentes poderão cair de cabeça no pacote de alta resolução que a A7r Mark II oferece. Mas será necessário aguardar até agosto, quando ela chega aos EUA, para saber com certeza.

feeedcwRcQDaTc

Via RSS de Gizmodo Brasil

Leia em Gizmodo Brasil

Comente este artigo

Populares

Topo