X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

cc_neuron-2_16x9
Motivação & Inspiração

[Ciência] Você está subestimando as suas chances de sucesso

Uma expectativa de fracasso (ou sucesso) pode ser uma profecia auto-realizável


Ao procurar por evidência apoiando que a maioria das pessoas pensa que a mudança é difícil, é necessário procurar além da internet. A web está cheia de conselhos sobre acabar com hábitos ruins, fazer mudanças positivas, e renovar a própria vida. Se a ação de realização destas mudanças fosse simples, as pessoas não precisariam de tantas dicas.

Mas há uma diferença entre acreditar que a mudança seja difícil, e a mudança ser realmente difícil. Todos estão corretos na própria suposição que melhorar a vida será uma escalada de subida íngreme? A nova evidência sugere que a maioria das pessoas é mais pessimista sobre as suas mudanças de sucesso do que deveriam ser.

Tornar-se pior é mais fácil do que tornar-se melhor?

A série de 10 estudos, conduzidos por psicólogos Ed O’Brien e Nadav Klein na Universidade de Chicago, foi destacada recentemente por Nick Tasler em Quartz. A pesquisa perguntava uma simples questão – quando há evidência suficiente acumulada que uma pessoa é julgada a ter realmente mudado? Um sinal bom (ou agourento) é suficiente? Você precisa de 3 casos mudados? 10? Mil?

Os pesquisadores perguntaram aos indivíduos do estudo esta questão em uma variedade grande de contextos, incluindo emagrecimento, desempenho atlético, e notas acadêmicas.

Mas não importa que tipo de mudança que os psicólogos perguntavam o mesmo padrão surgia: as pessoas são muito mais céticas das mudanças positivas do que são das negativas, exigindo mais evidência para acreditar que alguém genuinamente melhorou do que precisam concluir que fizeram uma mudança permanente para o pior.

“A maioria das pessoas, sabendo disso ou não, mantém a crença que a mudança para o melhor é muito mais difícil do que a mudança para pior”, escreve Tasler, resumindo os resultados.

Uma expectativa de fracasso (ou sucesso) pode ser uma profecia auto-realizável

Essa informação é interessante se estiver tentando descobrir se o jogador favorito de basquete está apenas tendo uma temporada ruim ou se a carreira dele está em declínio genuíno. Mas é também importante entender que este viés existe quando avaliando as próprias chances de fazer mudanças positivas na vida que se leva.

“Este preconceito distorce as nossas tentativas para avaliar a mudança. Quando nosso chefe ou parceiro ou nossa empresa, ou nossos filhos, tentam fazer uma mudança, nós tendemos a ignorar os sinais de progresso. Por contraste, nós interpretamos os sinais de declínio como indicadores legítimos que esta pessoa, ou empresa, ou sociedade, oficialmente começou a circundar o esgotamento”, explica Tasler. “É fácil ver como este preconceito cria uma profecia auto-realizável.”.

Em suma, o próprio pessimismo irracional da pessoa sobre a dificuldade de fazer mudanças positivas está provavelmente fazendo deste tipo de transformações marcadamente mais difícil e causando para a pessoa ficar desencorajada muito facilmente. Entender que melhorar não é tão improvável como se provavelmente imagina e estará dando a si uma ajuda instantânea quando se trata de alcançar os próprios objetivos.

A pesquisa de O’Brien e Klein prova isso. Quando eles elaboraram um esporte imaginário, X-ball, e disseram aos sujeitos de estudo que a maioria das pessoas se torna proficiente nisso, apesar das dificuldades iniciais aprendendo os prós e contras do jogo, os sujeitos se tornaram muito mais otimistas sobre a capacidade das pessoas para ter sucesso como jogadores do X-ball, apesar dos contratempos iniciais.

A boa notícia, portanto, é dupla: não apenas a pessoa é mais propensa a ter sucesso do que provavelmente imagina, mas mesmo apenas sabendo este simples fato impulsiona o otimismo dela e com isso as suas chances de fazer mudanças positivas e permanentes. Assim, não há mais desculpas, se animar e perseguir os próprios objetivos.

___

Este artigo foi adaptado do original, “Science: You’re Probably Underestimating Your Chances of Success“, do Inc.

Comente este artigo

Populares

Topo