X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Empreendedorismo

Empreendedor e candidato: o que eles têm em comum no Brasil?

Política e Empreendedorismo

Conheça os 5 erros em comum cometidos por empreendedores e candidatos políticos.


Conheça os 5 erros em comum cometidos por empreendedores e candidatos políticos.

Empreendedorismo e eleições políticas são situações distintas, mas na prática possuem o mesmo objetivo: promover um ideal ou produto e fazer com que as pessoas acreditem nisso como a melhor solução para a ocasião.

Inevitavelmente, somos obrigados a nos deparar exaustivamente em todo ano eleitoral com candidatos de todos os tipos, que parecem transformar o voto nulo na melhor opção.

Mas não só os candidatos incomodam nossas vidas. As empresas também são abusadinhas e infernizam a vida do consumidor: carreatas com buzinas irritantes, carros de som, inúmeras ligações de telemarketing, spams e folhetos distribuídos por todos os lugares. Fora a poluição visual com outdoors, painéis, faixas, cavaletes e tudo aquilo que você mais odeia. É isso mesmo: o que você mais odeia, afinal, ninguém gosta dessas porcarias.

Mas se as pessoas não simpatizam com tudo isso, por que essas ações nunca mudam?

É aí que gosto de comparar candidatos e empreendedores em suas ações e objetivos para identificar algumas das falhas mais comuns cometidas por ambos, e que em grande parte, são responsáveis por aproximadamente 27% das empresas abrirem falência no primeiro ano de vida, segundo dados do Sebrae.

Confira 5 erros em comum cometidos por empreendedores e candidatos:

1. Falta de planejamento.

Infelizmente, a maioria das pessoas acham que planejar é muito mais chato do que executar. O legal é colocar a mão na massa. Agilidade! Afinal, o empreendedor brasileiro não tem dinheiro para investir em planejamento, mas tem grana suficiente para refazer o que dá errado. E é assim também na política. Falta de recursos ou de tempo não é desculpa para ausência de planejamento, nem que ele seja curto e rápido. Planejar é prevenir erros, é economizar tempo e dinheiro.

Empreendedores e Políticos pecam por falta de planejamento.

Empreendedores e Políticos pecam por falta de planejamento.

2. Mensagens vagas e sem foco.

Nos dias de hoje, convencer as pessoas é uma tarefa mais difícil. Grande parte da população tem acesso à informação de forma instantânea e aprofundada. Convencer é uma mistura de razão e emoção. Assim como grande parte das empresas, os candidatos insistem em oferecer o mesmo “feijão com arroz” que os demais concorrentes. “Mais saúde, educação, transporte e lazer” possuem o mesmo e fraco efeito persuasivo de “qualidade, bom atendimento e ética”, no mundo dos negócios.

3. Despreparo.

“O bom político é aquele que conhece os anseios do povo”. “Faço o melhor spaghetti da cidade, já posso abrir meu próprio restaurante”. Essas são algumas das crenças de candidatos políticos e novos empresários, respectivamente, que possuem certa razão, mas são levadas muito ao pé da letra. Bons políticos e bons empreendedores precisam estar preparados para coordenar suas ações, reduzindo as chances de falhar. Pesquise, estude e procure orientação profissional antes de se aventurar.

4. Direcionar investimentos.

Investir em propaganda é um mistério. Grandes empresas investem milhões e não conseguem mensurar com exatidão os resultados de cada mídia. Sendo assim, investem em tudo, pois há recursos e algo sempre funciona. Para as pequenas empresas e candidatos, não saber direcionar investimentos no que realmente tem maiores chances de resultado, é um tiro no pé. Além disso, as pequenas empresas não costumam planejar e medir os recursos para propaganda, gastando além do que podem na expectativa de chover dinheiro no estalar dos dedos. E é o que não acontece na prática.

5. Uso incorreto das redes sociais.

“Redes sociais? Já uso o Facebook, Twitter, Google Plus, etc”. Nos dias de hoje, boa parte das empresas e candidatos possuem uma conta nas principais redes sociais. Possuir uma conta não significa que você realmente está lá e que está obtendo o retorno desejado. Usar as redes sociais de modo presente e correto é essencial para que as ações sejam bem recebidas pelos usuários. Empresas e candidatos estão lá por causa deles, portanto é preciso saber o que deve ser feito antes de se aventurar. A propaganda pode facilmente causar efeito reverso e fazer você ser odiado nas redes sociais.

As redes sociais podem ser um tiro no pé de um político. Ou empreendedor.

As redes sociais podem ser um tiro no pé de um político. Ou empreendedor.

___

Este artigo foi escrito por Hudson Melo, designer gráfico estrategista com foco no projeto e design de marcas e tudo que as envolve.

Comente este artigo

Populares

Topo