X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Empreendedorismo

O que fazer nos 10 primeiros minutos de seu dia?

Oquefazernosprimeirosminutosdeseudia?

Você sabia que a maneira que você começa seu dia, impacta na sua produtividade? Veja a melhor maneira de começar o seu dia


Você sabia que a maneira que você começa seu dia, impacta na sua produtividade? Veja a melhor maneira de começar o seu dia

Se você estiver trabalhando na cozinha de Anthony Bourdain, o chef lendário de Brasserie Les Halles, autor best-seller, e personalidade famosa da televisão, você não ousaria nem ferver água quente sem assistir a um ritual que é essencial para quaisquer chefes respeitados: mise-en-place.

O “meez”, como os profissionais chamam, se traduz em “tudo em seu lugar”. Na prática, trata-se de estudar uma receita, pensar no que você vai precisar usar, e montar os ingredientes na proporção certa antes de começar.

É a fase de planejamento de cada momento da refeição em que os chefs avaliam a totalidade do que eles estão tentando alcançar e criam um plano de ação antes de partir para a ação.

Para um chef experiente, mise-en-place representa mais do que uma prática singular ou uma técnica de economia de tempo. É um estado de espírito.

Mise-en-place é a religião de todos os bons cozinheiros, Bourdain escreveu em seu best-seller Kitchen Confidential.

Como um cozinheiro, sua estação e sua condição, seu estado de prontidão, é uma extensão de seu sistema nervoso. O universo está em ordem quando a estação é definida.

Chefs como Anthony Bourdain apreciam muito quando se trata de culinária excepcional, que o ingrediente mais importante de qualquer prato é o planejamento.

É o “meez” que força Bourdain a pensar no futuro, que o salva de ter que procurar distraidamente por itens, e que lhe permite canalizar toda a sua atenção para o prato à sua frente.

Mise-en-place: a maneira com que os chefs começam a sua rotina: organizando o local de trabalho.

Mise-en-place: a maneira com que os chefs começam a sua rotina: organizando o local de trabalho.

A maioria de nós não trabalha em cozinhas. Nós não interagimos com os ingredientes que precisam ser coletados, preparados ou medidos.

E ainda assim podemos dar valor à aplicação de uma abordagem semelhante e separarmos, deliberadamente um tempo para planejar antes de começar.

Qual é a primeira coisa que você faz quando você chega em sua mesa? Para muitos de nós, verificar e-mail ou ouvir o correio de voz é algo praticamente automático.

Em muitos aspectos, essas estão entre as piores maneiras de começar um dia. Ambas as atividades capturam o nosso foco e nos coloca em um modo reativo, onde as prioridades de outras pessoas estão nos centros das atenções.

Eles são o equivalente a entrar em uma cozinha e procurar algo para limpar ou um pote para esfregar.

Uma abordagem melhor é começar o dia com uma breve sessão de planejamento.

Bourdain prevê a perfeita execução antes de iniciar o seu prato. Aqui está a consequência para o profissional de negócios empreendedor.

Pergunte a si mesmo, no momento em que você se senta em sua mesa: o dia é longo e eu estou saindo do escritório com um tremendo senso de realização. O que eu tenho feito?

Esse exercício geralmente é eficaz em ajudar as pessoas a distinguir entre tarefas que simplesmente dão sensação de urgência daquelas que são verdadeiramente importantes. Use-o para determinar as atividades que você deseja focar sua energia.

Em seguida, e isso é importante, crie um plano de ataque por quebrar tarefas complexas em ações específicas.

O guru da produtividade David Allen recomenda iniciar cada item na sua lista com um verbo, que é útil porque faz suas intenções ficarem concretas.

Faça uma pausa antes de começar o dia e planeje suas tarefas.

Faça uma pausa antes de começar o dia e planeje suas tarefas.

Por exemplo, em vez de listar “apresentação de segunda-feira,” identifique cada item de ação que a criação da apresentação de segunda-feira vai envolver.

Você pode acabar com: coletar dados de vendas, projetos de slides, e incorporar imagens na apresentação.

Estudos mostram que quando se trata de metas, quanto mais específico você for sobre o que você está tentando alcançar, melhores serão suas chances de sucesso.

Ter cada passo traçado com antecedência também irá minimizar o pensamento complexo no final do dia e fazer o adiamento ser menos provável.

Finalmente, priorize sua lista. Quando possível, comece o dia com tarefas que exigem o máximo de energia mental.

Os estudos indicam que temos menos força de vontade ao longo do dia, e é por isso que é melhor para resolver itens difíceis – especialmente aqueles que exigem foco e agilidade mental – logo no início do dia.

Todo o exercício pode levar menos de 10 minutos. No entanto, é uma prática que produz dividendos significativos ao longo do dia.

Ao iniciar cada manhã com uma sessão de mini-planejamento, você antecipa decisões importantes para o momento em que a mente está fresca.

Você também vai perceber que ter uma to-do-list concreta (em vez de uma ampla lista de objetivos) é especialmente valiosa no final do dia, quando a fadiga e o pensamento complexo é mais difícil de alcançar.

Agora, não é algo muito grande parar e pensar em cada passo. Em vez disso, como um chef, você pode dedicar toda a sua atenção para a execução.

___

Este artigo foi adaptado do original, “How to  Spend the First 10 Minutes of Your Day”, da Harvard Business Review.

Comente este artigo

Populares

Topo