X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Inbound Marketing

O marketing não é mais o marketing

O marketing não é mais o marketing

O marketing mudou. Será que seu departamento de marketing está preparado para os novos desafios?


O marketing mudou. Será que seu departamento de marketing está preparado para os novos desafios?

O marketing de hoje não é mais o que conhecíamos.

O marketing de hoje não é mais o que conhecíamos.

Quando chega a hora de contratar um diretor de marketing, muitos dos empreendedores de tecnologia imaginam trazer um profissional que seja mestre em SEO e testes A/B, que irão conduzir milhões de novos visitantes ao seu website.

Mas o papel do diretor de marketing não é o que costumava ser. Assim, se você está pensando em trazer algum talento de marketing para a sua empresa ou startup, precisa considerar 2 coisas.

Marketing = produtos

Se pararmos para observar as iniciativas dos departamentos de marketing, provavelmente vamos descobrir que o rebranding da empresa tem uma grande prioridade.

Normalmente, o rebranding assume a forma de discussões em torno do design do site e as cores que apelam ao sentido do público-alvo.

Os novos profissionais de marketing se preocupam com a criatividade de uma maneira diferente. Eles estão obcecados sobre a estrutura do seu site, antes mesmo de se preocuparem com o próprio site.

Eles começam com aplicações como ferramentas de monitoramento social, Analytics e se concentram na leitura dos sinais e hábitos digitais dos seus visitantes.

Eles não poluem seu site com o próprio pensamento, mais conteúdo ou novos slogans que surgiram em reuniões.

Os melhores profissionais de marketing são os que reconhecem que são uma representação de seu público e que necessitam procurar lá fora as respostas que procuram.

Os novos profissionais também pensam no website da empresa como um produto, um lugar em que os visitantes veem para fazer alguma coisa, em vez de ser sobre o mercado.

Este é um drástico ponto de partida do que o marketing tradicional costumava chamar de liderança de pensamento.

Esta é a ideia de que, enquanto você está alimentando um relacionamento com prospects, você precisa primeiro se envolver com eles no nível filosófico.

Esta abordagem tem um impacto sobre os tipos de talento que participam de uma equipe de marketing. Nesse caso, é preciso contratar profissionais técnicos que podem facilmente trabalhar com cientistas e engenheiros de dados.

Tratando seu site como um produto, ele pode assumir a forma de “mark-athons”. Pegando alguns conceitos da engenharia, esses sprints nos dão a oportunidade de reunir, analisar dados e desafiar a nós mesmos para completar hacks específicos em tempo recorde.

Os novos profissionais de marketing não apenas se comportam mais analiticamente. Eles acreditam no produto antes do conteúdo. Eles entendem que os produtos que eles criam são projetados para resolver problemas reais dos clientes.

O planejamento de marketing já não se faz como antigamente.

O planejamento de marketing já não se faz como antigamente.

Marketing = vendas

Outro pecado capital que muitas vezes testemunhamos no marketing é a sua falta de comunicação com as vendas. O antigo modelo de marketing faz com que as pessoas se preocupem em medir o sucesso no aumento dos leads.

O aumento de leads parece bom, mas é o processo de como as vendas se envolvem com os leads que deve ser o foco dos profissionais de marketing.

Os melhores profissionais de marketing trabalham com os clientes, em toda a empresa e com parceiros para definir o que constrói um acordo. Eles identificam como o marketing pode influenciar e capacitar os atores principais de cada transação.

Os profissionais têm tradicionalmente usado documentos como mapas do processo de compras, dentre outros. Estes documentos, muitas vezes levam um longo tempo para se desenvolverem e no momento que são concluídos, eles são muito diluídos para ser um recurso de marketing.

Procure uma metodologia mais simples que você possa ajustar rapidamente. Busque por profissionais de marketing que respiram e compreendam a selva de vendas.

Métricas de conversão, testes A/B e táticas de SEO são grandes táticas, mas elas não importam muito se o time de marketing não tem um sentido claro de vendas.

___

Este artigo foi adaptado do original, “Why marketing isn’t marketing anymore”, do Venturebeat.

Comente este artigo

Populares

Topo