X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Growth Hacking

Como conseguir 100 clientes em 24 horas

Comoconseguirclientesemhoras

Você está trabalhando em um novo produto, ou uma nova startup? Aqui está como conseguir uma nova base de clientes


Você está trabalhando em um novo produto, ou uma nova startup? Aqui está como conseguir uma nova base de clientes

Quando a Groove atingiu sua meta original de 100 mil dólares em receita mensal, Alex Turnbull mecionou que haviam muitas lições desde os primeiros dias que ainda não haviam sido exploradas.

Essa é uma delas.

À medida que o Groove se aproxima dos 3 mil clientes, eles recebem ainda mais perguntas sobre os primeiros usuários, especificamente sobre como conseguiram os primeiros clientes pagantes: um desafio de qualquer startup.

É importante notar que essas não são táticas para conseguir clientes hoje. Nenhuma delas funciona instantaneamente.

Não é fácil, e não há nenhuma bala de prata, mas abaixo estão algumas táticas que o Groove usou para estabelecer as bases os primeiros 100 clientes.

Desenvolvendo os primeiros clientes

Para o Groove, obter e ficar perto dos clientes tem sido a alma do negócio. Essa obsessão começou antes do produto estar pronto.

Quando estavam construindo o Groove, muito tempo foi investido desenvolvendo potenciais clientes.

#1. Desenvolvendo uma rede de networking

Nos primeiros dias no Groove, o networking não era algo particularmente impressionantes, mas Alex tinha conhecido algumas pessoas desde que tinha construído a sua última empresas.

Essas foram as primeiras pessoas que Alex usou. Ele queria validar que outras pessoas tinham tido o mesmo problema que ele com sistemas de atendimento ao cliente.

Por isso, ele enviou e-mails para aqueles que sabia que tinham que lidar com suporte para os negócios, e perguntou se eles estariam dispostos a compartilhar sobre suas experiências.

Alex ficou surpreendido com a forma como a maioria das pessoas de boa vontade estavam tentando ajudar.

Nas ligações, Alex fazia perguntas como:

  • Como você está lidando com a sua equipe de apoio nesse momento?
  • O que você gosta?
  • O que você não gosta?
  • Você já tentou outras alternativas que não deram certo? Por que não deram certo?

Observe que nenhuma dessas questões estão no campo do Groove. No início do desenvolvimento do cliente, você não está vendendo. Você está aprendendo.

Desenvolva uma rede em torno do seu produto.

#2. Aprenda com os clientes dos concorrentes

Alex queria conversar com as pessoas que usaram o software da concorrência para que pudesse aprender a tornar o produto ainda melhor.

Então, toda vez que estava tendo suporte online de uma empresa, Alex perguntava sobre a experiência das pessoas usando os produtos concorrentes.

Mais uma vez, muitas pessoas estavam dispostas a conversar, e isso levou a grandes insights que ajudou a melhorar o posicionamento do Groove logo no início.

Peça feedback aos clientes de seu concorrente.

#3. Busque no Twitter

Outra maneira que Alex usou constantemente foi conversar com pessoas que usam o software concorrente usando as buscas do Twitter.

Ele buscava por pessoas reclamando sobre produtos de help desk, e lhe perguntou se eles estariam dispostos a conversar.

Isso ajudou o Groove a se afastar da construção de um produto que tivesse os problemas que outros produtos já tinham.

Pesque seus potenciais clientes no Twitetr.

Networking

Como a rede de Alex não era tão grande, ele trabalhou duro para construir relacionamentos com pessoas que um dia poderiam ver valor no Groove.

#4. Participe de encontros locais

Você precisa participar de eventos e conhecer outros pequenos empreendedores. Ele queria saber como ajudar, com introduções, conselhos e etc.

Essa é uma comunidade riquíssima de desenvolvimento do cliente e você ainda pode encontrar recomendações e clientes para o seu produto.

#5. Envolva-se com incubadoras locais

As incubadoras são uma grande fonte de networking, mesmo se você não for um membro das incubadoras.

No início, Alex fazia as coisas do jeito errado: ele se aproximava dos líderes, e pediram acesso às startups impulsionadas por eles. Não surpreendentemente, todos se recusaram.

Quando isso deu errado, Alex tentou construir relacionamentos com 2 ou 3 startups nas incubadoras locais, e então pediu por apresentações a seus colegas.

Muitas dessas startups acabaram se tornando clientes do Groove.

Faça networking nas incubadoras locais.

Marketing e relações públicas

Uma vez que a versão beta do produto estava pronta para testes, Alex começou a trabalhar para ter espaço na mídia sobre o novo produto.

#6. Como ter cobertura na imprensa

De todos os e-mails de imprensa que Alex enviou (mais de 30) eles só tiveram sucesso em 1 empreitada, no The Next Web.

Em primeiro lugar, o TNW ignorou o e-mail do Groove, mas depois eles acabaram escrevendo sobre o serviço, depois que um amigo do Alex abordou o pessoal do TNW no Twitter.

E, felizmente, o pessoal gostou do Groove. Depois de, aproximadamente 1 semana, o Groove teve cerca de 1 mil inscrições beta, muitas delas vindas diretamente do TNW.

A cobertura de imprensa pode ser uma alavanca de clientes.

#7. Criação de conteúdo

Os esforços iniciais de blogs do Groove não pareciam em nada com o que eles fazem isso. Estava mais para alguns tropeços para entender as coisas.

O primeiro post realmente bom foi uma jornada sobre como o Groove conseguiu mais de 1 mil inscrições em apenas 1 semana.

O blog nunca faria sucesso, mas acabou recebendo um impulso de marketing de conteúdo do Hacker News, e acabou alcançando, e se mantendo no primeiro lugar por quase 1 dia.

O Hacker News trouxe ainda mais inscrições para o Groove.

Tráfego Hacker News

#8. Aproveitando o efeito do networking para inscrições beta

Como muitas empresas de software, o Groove manteve o acesso beta limitado, porque não queriam morder mais do que poderiam mastigar.

Assim, através e todos os esforços de divulgação, o Groove enviou um formulário de inscrição beta para coloca-lo em uma lista de espera, e em seguida, oferecer-lhes uma chance de avançar, compartilhando o formulário.

Isso aumentou as inscrições em quase 30%. No momento em que estava pronto para iniciar os planos pagos, o Groove tinham mais de 2 mil inscritos em contas gratuitas.

No dia em que fizeram a mudança, mais de 100 dos usuários gratuitos escolheram migrar para um plano pago.

Como aplicar isso em seu negócio?

Isso pode parecer bobagem por soar muito elementar. Mas esse é o ponto: nada do que o Groove fez para conseguir novos clientes foi mágico ou impossível.

Foi simplesmente difícil. Levou muito trabalho. E provavelmente vai ser assim para qualquer pessoa que seguir esse passo-a-passo.

Mas você não precisa nem ter um produto pronto para começar. Na verdade, se você puder, comece bem antes de lançar o seu produto.

___

Este artigo foi adaptado do original, “How We Got Our First 100 Paying Customers in 24 Hours”, do Groove.

Comente este artigo

Populares

Topo