X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Growth Hacking

O verdadeiro growth hacking é sobre hackear a comunicação

O verdadeiro growth hacking é sobre hackear a comunicação

O growth hacking não é a chave para o crescimento milagroso. O grande segredo é hackear a comunicação


O growth hacking não é a chave para o crescimento milagroso. O grande segredo é hackear a comunicação

Hackear a comunicação é o sucesso para alcançar o crescimento.

Hackear a comunicação é o sucesso para alcançar o crescimento.

Se acreditarem no burburinho em torno do growth hacking, as empresas vão jogar os métodos de marketing no lixo e simplesmente impulsionarão o crescimento, aproveitando os dados do usuário, recursos de compartilhamento social e outras ferramentas.

Enquanto esses são pontos importantes, o hacking pode levar as empresas a perderem algumas coisas importantes:

  • Enquanto os growth hackers podem desfrutar da crista da onda agora, eles devem se preparar para a repercussão. O growth hacking não pode mentir. Quando os números não nos levam a alguma direção, os orçamentos precisam ser cortados.
  • Quando o design de um produto é bom, ele vai crescer organicamente, porque as pessoas vão falar sobre ele.
  • Finalmente: o crescimento bem sucedido requer uma comunicação eficaz com os dados de crescimento – chame de communication hacking.

Aqui está o que isso significa.

A desvantagem dos dados

O crescimento através dos dados de usuários é uma ótima maneira para dar uma visão ampla da tração do produto, mas deixa de fora nuances geralmente essenciais.

Seu produto não é apenas sobre instalações ou cliques – é um tópico ativo discutido (ou ignorado, ou celebrado, ou odiado) em vários canais de mídia social, incluindo os blogs.

Mas se você não fizer uma leitura mais próxima da forma como as pessoas se envolvem com o seu produto, ou criar estratégias para se engajar com eles, você perde oportunidades para comunicar melhor o seu produto – e, pior, perde a chance de se comunicar com sua base de usuários..

Além disso, como o profissional de marketing Dan Kaplan apontou recentemente, nenhuma quantidade de growth hacking pode ajudar um produto ruim.

Compartilhar os dados do usuário internamente em tempo real é fundamental

Outra peça importante para o communication hacking são os dados do usuário. É importante que todos em sua equipe (ou pelo menos os líderes de departamento) tenham uma visão clara sobre tudo isso, em tempo real.

Qualquer uma destas variáveis ​​podem ter impacto sobre todo o seu negócio se esses fluxos de dados forem muito dispersos. Assim, torna-se muito difícil responder e interagir mudanças de forma eficaz.

Por exemplo, um teste de e-mail A/B, que dirige com sucesso as pessoas para sua página de inscrição é em grande parte inútil se os desenvolvedores se esquecerem de dizer-lhe imediatamente que notaram que os proprietários de celulares estão visivelmente saindo de sua página após o clique.

Ou considere o estudo de caso de growth hacking bem conhecido da Airbnb que integrou com sucesso o seu serviço com Craigslist: se o pessoal Airbnb não estivesse monitorando de perto o novo uso de Craigslist em seu site, eles provavelmente não teriam ido tão bem.

Faça com que os dados interajam com a sua empresa em tempo real.

Faça com que os dados interajam com a sua empresa em tempo real.

Unifique as equipes de marketing e de produto

O growth hacking ignora a realidade de que as equipes de produto não se especializaram em alavancar dados para oportunidades de mídia. Se a equipe de produto fica com seus dados e não os passa para o marketing, torna-se realmente um obstáculo para o crescimento.

É melhor ter produtos e marketing na mesma equipe (de preferência sob o mesmo teto) compartilhando o que sabem fazer melhor, colaborando juntos.

Communication hacking não é apenas para startups

Muito do buzz em torno do growth hacking é conduzido por startups desesperadas por lançar seu produto com o mínimo de custos de marketing.

Mas as empresas e marcas estabelecidas também precisam pensar sobre como eles podem alavancar seus dados e métricas para manter e construir sobre a base de usuários já existentes.

Por serem sensíveis aos seus dados, as empresas maiores, podem ser tão ágeis como startups.

De qualquer forma, empresas de médio porte precisam estar melhores posicionadas do que startups e precisam manter a dinâmica de comunicação, porque já possuem um arquivo de dados de clientes, a partir da qual elaboram uma comunicação baseada em estratégias sociais.

Tal como acontece com startups, no entanto, a estratégia não deve começar na sala de reuniões da empresa, mas no painel do seu servidor de usuário.

Marketing: Aprenda o communication hack, ou morra

Nada do que eu escrevi deve implicar que as equipes de marketing e comunicação são indispensáveis ​​para o crescimento – elas não são.

Como argumentei antes, as empresas de tecnologia não podem mais contar com o modelo de RP tradicional.

Para as agências de comunicação justificarem o seu futuro, elas devem começar imediatamente a adição de uma profunda consciência de métricas e análises para a sua caixa de ferramentas, torná-las uma parte essencial de como funcionam, e ter um plano.

Isto significa também trabalhar em estreita colaboração com os seus clientes e, não apenas na comunicação em si, mas nas comunicações envolvidas em torno de desenvolvimento de produtos e análises, também.

___

Este artigo foi adaptado do original, “Real growth hacking is really about communication hacking”, do TNW.

Comente este artigo

Populares

Topo