X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Releases

5 CEOs e um desafio: mostrar que o modelo de negócio de assinatura de sapatos funciona


Conheça a missão do recém-nascido Clube do Sapato

Enquanto o mercado era surpreendido pela notícia do encerramento das operações do Shoes4You, 5 investidores Anjo especialistas em comércio Eletrônico e Marketing articulavam na contramão, o lançamento do mais novo clube de assinaturas no Brasil, o Clube do Sapato.

O negócio com o nome bem Brasileiro, Clube do Sapato e uma linha visual atrativa, faz seu pré-lançamento hoje para mais de 2 mil mulheres que se cadastraram previamente para serem as primeiras a fazerem as assinaturas dos Planos Anuais.

Um dos problemas alegados para o fechamento da Shoes4You foi o modelo de negócio assinaturas que teria fragilidade na operação no Brasil, apesar de terem 15 mil assinantes cadastrados com um faturamento de R$ 5,5 milhões anunciados em 2012.

Segundo a empresa, o maior problema que ocasionou o fechamento foi uma falha de sistema e uma quebra da recorrência, ou seja, uma parte das clientes negavam a transação diretamente com o banco, mas continuavam como sócias no sistema e retirando os sapatos.

Além disso, com um uma margem muita apertada, com alto custo de aquisição de clientes e prejuizo na operação, obviamente que uma empresa com vários investidores, entre eles, Accel Partners, Redpoint Ventures, Flybridge Capital Partners, IG Expansión e Romero Rodrigues, estava pressionada por resultados.

Exatamente por isso, segundo os seus sócios, o Clube do Sapato chegou na via contrária ao fracasso da showes4you, se preocupando com todos os pontos que podem prejudicar a operação.

A primeira decisão foi usar sistema de recorrência inteligente montado em parceria com o facilitador Moip, com o modelo de debito mensal sem comprometer o limite do cartão de credito dos clientes e não correr o risco de enviar a mercadoria sem receber por isso.

Além disso, o planejamento de estoque, os custos da operação e o limite programado da quantidade de planos iniciais, vão dar o norte para o equilíbrio do negócio.

Os Investidores do Clube do Sapato, não revelaram os valores aportados, mas acreditam que o modelo de negócio assinaturas no Brasil não está acabado, muito pelo contrário e apostam no seu crescimento e consolidação.

Sapato é umas das maiores paixões femininas e qual mulher não gosta de ser encantada e surpreendida com um lindo sapato todo mês?, comentou Tiago Luz.

João Kepler, diz que

Escolhemos bem os empreendedores que desenvolveram o projeto e a composição societária adequada para abrir esta operação no Brasil, somos um time que tem infraestrutura, conhecimento, logística, know-how em e-commerce e muita capacidade de trabalho.

Tiago Baeta completa dizendo que

Temos uma oportunidade de alavancar o e-commerce com este modelo de negócio e mostrar que sistema de assinaturas coligado com outras funcionalidades e características particulares para o Brasil, podem fazer a diferença.

As características e funcionalidades mencionadas por Baeta é o que Clube do Sapato pretende fazer de diferente entre as assinaturas tradicionais e seu modelo de operação.

Segundo levantamos, o Clube terá 3 Planos de assinatura mensal, conforme perfil da cliente: R$ 80,00, R$ 110,00 e R$ 140,00 para produtos que custam o mais do que o dobro no varejo tradicional.

A loja virtual estará aberta para as sócias e não sócias, que pode resgatar produtos com um sistema de Pontuação e as não-sócias podem comprar pelo preço normal de varejo.

O Clube tem uma rede social interna para assuntos relacionados à moda; Acesso direto a blogs de moda associados ao clube; cartão Presente; descontos exclusivos em estabelecimentos parceiros do Clube do Sapato; possibilidade de adquirir mais de um par de sapatos no mês; participação automática em sorteios e promoções, entre outras novidades.

Comente este artigo

Populares

Topo